Fotógrafo congonhense e Palácio das Artes estreiam exposições no Museu de Congonhas

O Museu de Congonhas abriu duas exposições itinerantes na quarta-feira, 5. “Arte e Fé” do fotógrafo congonhense Mauro Fernandes Barros com um registro da Semana Santa de Congonhas, que está exposta na sala de audiovisual e a exposição “Grandes Nomes”– Acervo da Fundação Clóvis Salgado, exposta no auditório. Entre os trabalhos estão criações de Amilcar de Castro, Beatriz Milhazes, Burle Marx, Fayga Ostrower, Franz Krajcberg, Lótus Lobo e Marcelo Grassman. As exposições ficam até junho.

O diretor de Relações Públicas do Palácio das Artes, Gilvan Rodrigues, esteve presente no evento e agradeceu ao diretor do Museu de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis, pela renovação da parceria do Palácio das Artes com o Museu de Congonhas por mais dois anos.

O fotógrafo Mauro Fernandes Barros, também presento no evento, explicou um pouco sobre a emoção de fotografar a Semana Santa de Congonhas. “Estou muito feliz por ter meu trabalho exposto no Museu de Congonhas, que é um lugar que veio para engrandecer cada vez mais nossa cultura e nossa fé”.

Outras exposições

Outros dois fotógrafos congonhenses também terão suas fotos expostas no Centro Cultural. Em junho, “O Santuário”, de Welerson Athaydes e, em agosto, “Paixão e Fé”, de Eliane Gouvêa.

Fonte ( Comunicação Museu de Congonhas)