Museu de Congonhas estreia série especial sobre o Jubileu do Senhor Bom Jesus

Em tempos turbulentos a fé se torna ainda mais importante. É movida por este sentimento que a equipe do Museu de Congonhas estreia na próxima terça-feira, 31 de março de 2020, às 20h, no Canal Congonhas, no Youtube, uma série especial sobre uma das maiores festas religiosas do Brasil: o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos em Congonhas. A produção faz parte das ações virtuais que o Museu de Congonhas preparou para o período em que a instituição física se encontra fechada como prevenção ao Coronavírus.

 

“A ideia é oferecer um conteúdo repleto de curiosidades sobre a festa religiosa, um dos principais patrimônios imateriais do povo mineiro, que acontece anualmente em Congonhas, no mês de setembro.  Os filmes mostram relatos de fé e devoção que estão nas origens de nosso povo. O momento é oportuno para compartilhar como a fé é um sentimento grandioso e de grande importância, principalmente, nos momentos de incerteza e aflição como o atual”, afirma Sérgio Rodrigo Reis, diretor do Museu de Congonhas. A manutenção do Museu de Congonhas em 2020 conta com patrocínio da Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

A série reúne oito vídeos, que tem duração de 5 a 12 minutos, de caráter documental, que trazem uma visão geral sobre a festa, a movimentação que muda a rotina da cidade, a diversidade cultural, a fé e a devoção. A cada semana, será disponibilizado mais um capítulo, sempre às terças-feiras, às 20h. Entre os temas estão o “Barracão da Alegria”, espaço de solidariedade que recebe centenas de romeiros todos os anos; a festa profana com as tradicionais barraquinhas que trazem produtos inéditos para a cidade e faz a alegria de congonhenses e moradores da região; os Ofícios da Fé, com a confecção de terços, velas e uma série de objetos artesanais; a tradicional romaria de Carmópolis que, ano após ano, traz centenas de fiéis a pé para agradecer os milagres; além de histórias diversas de gratidão ao Bom Jesus de Matosinhos.

 

“Um turbilhão de cheiros, pessoas de várias idades, sons, a fé e o profano juntos. Este é o Jubileu em Congonhas. Pela primeira vez participando da festa senti que o Jubileu não se esgota, a cada dia uma diversidade infinita de experiências. O nosso maior desafio foi justamente resumir em vídeos toda esta profundidade, a emoção da fé e a tradição de uma cidade inteira que se envolve na festividade”, explica Papoula Bicalho, diretora da série.

 

Os vídeos estarão disponíveis todas as terças-feiras, a partir do dia 31 de março, às 20h, no Canal Congonhas https://www.youtube.com/canalcongonhas e nas redes sociais do Museu de Congonhas www.facebook.com/museudecongonhas e @museusdecongonhas.

Clique para assistir ao trailer: https://youtu.be/0ptR1eo515o