Deise Lucci encerra a programação do Mês de Aleijadinho

Para encerrar as comemorações pelo Mês de Aleijadinho, o Museu de Congonhas recebe, na próxima quarta-feira, dia 28 de agosto, às 20h, a cantora congonhense, Deise Lucci, que comemora 35 anos de carreira com o lançamento do disco “Deise Lucci canta Vander Lee” (Sony Music). A cantora se apresentará com  convidados especiais, e será acompanhada da banda oficial do cantor, falecido em agosto de 2016, Cristiano Caldas (piano e acordeon), Eneias Xavie( Contra-baixo), Ramon Braga (bateria) e Rogério Delayon (guitarra e violões). Os ingressos estão à venda na recepção do Museu, no valor de R$2,00.

Deise Lucci conta que conheceu Vander Lee há muitos anos, em Conselheiro Lafaiete, onde iniciou uma amizade que rendeu várias parcerias com o cantor. Em 2004, Deise gravou um samba de sua autoria com a participação do artista intitulado ''Um samba pra Vander Lee’’, que selaria para a eternidade essa amizade.Em 2018, a convite do produtor carioca Rony Padilha,a Planet Music Brazil lançou uma homenagem ao cantor mineiro.Já disponível em todas as plataformas digitais e distribuído pela Sony Music, o álbum ''Deise Lucci canta Vanderlee'' que tem a participação do vocalista Rafael Machado da Banda CHimarruts na faixa ''Onde Deus possa me ouvir'' chega agora aos palcos do Brasil,começando por Minas,no Museu de Congonhas.No repertório do show,além das 10 faixas do disco,a cantora apresentará algumas composições autorais.

“O show promete muita emoção,pois teremos no palco,além das participações especiais,uma das formações que acompanharam Vander Lee pelo país  em várias temporadas.Como eles dizem com carinho e muita saudade: ''somos a banda do Vandeco’’, conta Deise Lucci.