Programa de Mídia-Educação será lançado em BH

Iniciativa, desenvolvida por um projeto da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais no Museu de Congonhas, ganha parceria estratégica da Gerdau  

 

O Mídia-Educação é um programa de formação de educadores que apropria de conhecimentos e metodologias do uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), com objetivo de transformar e atualizar a experiência em sala de aula. A nova etapa do Programa de Formação em Mídia-Educação será apresentada no dia 23 de maio, às 9h, no MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal, em Belo Horizonte. A iniciativa é oferecida pelo Museu de Congonhas e, em parceria com a Gerdau, será ampliada para Pires e Lobo Leite, distritos de Congonhas, e para Mota e Miguel Burnier, distritos de Ouro Preto.

 

“Das 32 escolas que compõem a rede municipal de ensino de Congonhas, possuímos atualmente 23 com atividades complementares de tempo integral, sendo que quando assumimos eram apenas três. Nossa rede possui profissionais competentes, biblioteca em cada escola, atividade de esporte e lazer e boa alimentação, que contribuem para ofereceremos educação de qualidade para nossos alunos. E agora chega este projeto de estímulo ao uso de tecnologia em aulas, que contribui para a elevação do desenvolvimento deles. Na era da informação, é essencial o estudante se conectar com o mundo. Esta é uma ferramenta de preparação das futuras gerações. Nós nos sentimos orgulhosos pelo pioneirismo em mais esta experiência que já se mostra exitosa”, afirma o prefeito do município, José de Freitas Cordeiro, o Zelinho.

 

A iniciativa, promovida até julho de 2017, e que agora se estende também para educadores da rede pública de ensino de Pires, Lobo Leite, Mota e Miguel Burnier, a fim de incentivar a adoção de um novo modelo pedagógico, que estimule o uso da tecnologia em sala de aula e, principalmente, conscientize os profissionais de educação sobre as possibilidades de transformação da experiência escolar.

 

Nesta etapa, será realizado o curso “As estratégias da narrativa”, com o professor Rian Rezende (5D Design, PUC-Rio). A capacitação abordará as estratégias para construir uma boa narrativa e conquistar a atenção dos alunos, resultando no crescimento dos índices de aprendizado em sala de aula. Como identificar e desenvolver uma narrativa? Quais os principais autores que abordam esse tema, o que eles nos ensinam? Quais são as possibilidades de aplicação das narrativas na atividade docente? Estas são algumas das questões a serem respondidas, com foco nas metodologias, estratégias de criação, planejamento e criação do discurso.

 

O curso será realizado de 23 a 26 de maio, no Museu de Congonhas (Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal, 77, Basílica). Já os seminários e os cursos acontecem até julho. As vagas são gratuitas e limitadas (sujeito a lotação do espaço). Informações: (31) 3731-3979.

 

O PROGRAMA

Oferecido pelo Museu de Congonhas, em parceria com a Prefeitura Municipal e Secretaria Municipal de Educação e com os patrocínios da Gerdau e da Cemig, esta última por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Governo de Minas Gerais, o Programa de Formação de Educadores em Mídia-Educação busca contribuir para que os educadores Congonhas e dos distritos de Pires e Lobo Leite, além de Mota e Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto, se apropriem de conhecimentos e metodologias do uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) em sua prática profissional, de modo a transformar e atualizar a experiência da sala de aula vivida por professores e alunos, tornando-a mais interessante e eficaz.

 

Este é o primeiro projeto do gênero a ser implantado no interior de Minas. “O que se pretende é contribuir para uma mudança conceitual na forma de compreender a educação e a sala de aula, estimulando a percepção do nível de tecnologia e de inteligência já disponíveis nesse espaço, e que os próprios professores consigam pensar transformações. Não é uma tentativa de mudança de cima para baixo ou de fora para dentro. É um convite à uma transformação cultural sobre a forma de se pensar o fazer da educação”, explica o pesquisador João Alegria (PUC-Rio / Canal Futura), uma das principais referências da área em todo o Brasil, que participou da concepção da iniciativa.

 

Sobre a Gerdau

A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. As ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

Fonte: (Etc Comunicação)