DSC_4422.jpg
IMG_5188.jpg

Aleijadinho em 3D | Projeto usa realidade virtual para dar vida as obras do Mestre do Barroco Mineiro

Já se imaginou fazendo uma viagem no tempo e sendo transportado para a oficina do Aleijadinho no século XVIII? Pois bem, isso vai ser possível graças a tecnologia! Na última semana, Congonhas recebeu a equipe do Studio Kwo XR, do Rio de Janeiro, para realizar a digitalização 3D dos 12 Profetas e do conjunto das Capelas dos Passos da Paixão de Cristo. A digitalização gerará modelos 3D de alta definição que servirão de base para o projeto “Aleijadinho VR”, que levará os visitantes para uma jornada pela vida e obra do escultor em realidade Virtual. O projeto será lançado em setembro, no Museu de Congonhas.

A experiência "Aleijadinho VR" será exibida num circuito gratuito que passará por Congonhas, Mariana e Sabará, encerrando em novembro em Ouro Preto. Ao colocar os óculos de realidade virtual, o visitante será transportado para a oficina de Aleijadinho do século XVIII, podendo interagir frente a frente com obras-primas, esculturas inacabadas, e até um encontro com o misterioso Mestre do Barroco Mineiro.

Levados por uma narrativa lúdica, os visitantes conhecerão um pouco da história de vida do artista, sua genialidade, assim como a doença que marcou lhe concedeu o famoso apelido. Durante o circuito de exibição, acontecerão também uma série de palestras abertas ao público, explicando os desafios para criar experiências imersivas com realidade virtual, e técnicas utilizadas na digitalizar das obras.

O projeto "Aleijadinho VR" é realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura e o patrocínio da Vale, em parceria com o IPHAN, Museu Congonhas, Secretaria de Cultura e Diretoria de Patrimônio de Congonhas, Arquidiocese de Mariana e Basílica de Bom Jesus de Matosinhos. Os modelos em 3D, resultantes da digitalização, serão doados às instituições parceiras.