11.03 - Lançamento Google Arts.png

Museu de Congonhas lança exposição virtual na plataforma Google Arts & Culture

Um dos maiores desafios para os museus de todo o mundo é manter-se conectado às novas gerações, buscando atrair novos públicos, sem perder de vista seu objetivo primeiro: preservar, divulgar e pesquisar. No Museu de Congonhas não é diferente. Com a enorme responsabilidade de “qualificar” a visita ao Santuário de Bom Jesus de Matozinhos de Congonhas, inscrito na lista da Unesco como patrimônio cultural da humanidade desde 1985, promove leituras aprofundadas sobre questões que envolvem este espaço.

 

A plataforma Google Arts & Culture surge como uma excelente ferramenta para este desafio. Utilizando da mesma tecnologia do Google Street View, serviço já tradicional dentro do universo de produtos da empresa, possibilita a visita a importantes museus e exposições, tornando as obras de arte acessíveis a pessoas de todo o mundo. 

 

O Museu de Congonhas será mais um parceiro desse importante veículo e a partir do dia 11 de março se junta aos maiores museus do mundo neste grande projeto. “Sabemos da importância do conjunto artístico que temos em nosso entorno e da grandeza da imersão possível através do Museu de Congonhas; essa ferramenta do Google será uma forte aliada nessa empreitada, que nos possibilitará aumentar ainda mais a divulgação e o interesse por este espaço”, analisa Nathália Santos, coordenadora do setor educativo da instituição.

 

Segundo Lourdes Maria, coordenadora dos Museus de Congonhas: “Desde 2020 estamos fazendo um grande esforço para aumentar a presença online do Museu de Congonhas sem perder de vista nossa função primordial, então a inclusão no Google Arts & Culture vem para coroar este trabalho que está sendo essencial neste período de pandemia”.


Para visitar a página do Museu de Congonhas e acessar toda a exposição de longa duração na plataforma Google Arts & Culture é só instalar o app, disponível de forma gratuita em todas as lojas de aplicativos, ou acessar a plataforma pelo próprio navegador e fazer a busca pelo Museu de Congonhas.