Coral Canarinhos de Itabirito abre comemorações do Mês de Aleijadinho em Congonhas

A palavra Sentido tem diversas interpretações e é sinônimo de essência, significado, percepção e tantos outros. No espetáculo do Coral Canarinhos de Itabirito, "Sentidos" representa também interação, emoção e diferentes formas de sentir e agir com o fazer artístico. A apresentação, que marca os 45 anos do grupo, acontece nessa quinta-feira (31), às 20h, no anfiteatro do Museu de Congonhas com a promessa de conduzir o público a um lugar novo, a partir de diversas possibilidades estéticas.

É a primeira vez que o grupo se apresenta no Museu e são muitas as expectativas para essa estreia. "O Museu de Congonhas é um espaço magnífico e de localização histórica singular. A oportunidade de representar a cultura mineira em seu local de significação, difundindo o canto sublime dos Canarinhos faz desta apresentação uma ocasião única de se apreciar a arte, a música e o fascínio pela voz humana". Ressalta Éric Lana, maestro e diretor artístico do grupo.

Uma das características do grupo é a utilização de recursos vocais e cênicos para integrar as suas apresentações e dessa vez não será diferente. "O coro está com um excelente nível artístico e musical e pretendemos levar isso para o Museu. No repertório peças eruditas e populares, nacionais e internacionais, com divisão de até oito vozes. Cenicamente, os coralistas interpretam as canções com coreografias e com a utilização de elementos como papéis, malas, chapéus, dentre outros para aguçar ainda mais os sentidos do público". afirma a Preparadora Vocal do coro, Thays Simões.

A apresentação abrirá a programação especial do Museu, que durante todo o mês de agosto comemora e homenageia o Mestre do Barroco, Aleijadinho. A entrada é gratuita!