Carta de Acessibilidade Universal é encaminhada ao Ministério Público

 

O Museu de Congonhas segue com o compromisso de buscar soluções que garantam acessibilidade nos equipamentos culturais da cidade. Neste sentido encaminhou ao Ministério Público um documento que inclui a Carta de Acessibilidade Universal, fruto dos estudos realizados durante o Seminário de Acessibilidade Universal que aconteceu entre os dias 27 e 30 de junho, no Centro Cultural. 

 

O arquivo, que foi agregado aos documentos enviados pelos demais setores da administração municipal, listando as ações que estão sendo desenvolvidas e pensadas por cada pasta, foi enviado pela Secretaria Municipal de Planejamento ao Ministério Público como resposta aos questionamentos do órgão. 

 

Além da realização do Seminário, outras ações estão sendo desenvolvidas por meio da Fundação Municipal de Cultura Lazer e Turismo (FUMCULT), uma delas é o curso de Libras que acontece semanalmente no Museu de Congonhas em parceria com IFMG Campus Congonhas, assim como um diagnóstico com sugestões das medidas a serem adotadas no circuito histórico que está sendo desenvolvido com o aval e sob o olhar científico da instituição de ensino. Outra novidade da parceria da FUMCULT com o IFMG sera conhecida em breve: a criação de um vocabulário de sinais para contemplar palavras e terminologias típicas de Congonhas, a exemplo da "Congonha", a planta que dá nome a cidade.

 

Fonte (Comunicação Museu de Congonhas)