11ª Primavera dos Museus promoveu vasta programação cultural

A estação mais colorida do ano, a primavera, ganha destaque no mês de setembro em diversos museus do Brasil, em que uma temporada cultural é coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) no início da estação. A cada ano, é lançado um tema diferente para nortear as atividades dos museus. Este ano o tema escolhido foi: “Museus e suas memórias”. De 18 a 24 de setembro, os Museus de Congonhas e da Imagem e Memória sediaram várias atividades incluindo oficinas de estandarte, exposições, contação de histórias e o encerramento da Gincana dos Museus que aconteceu nesse sábado, 23 de setembro.

Os museus que participam da ação têm conseguido alcançar importantes resultados, como o aumento da visitação, maior envolvimento da comunidade, fortalecimento da imagem do museu e o aumento de sua visibilidade.

Oficinas

Durante a semana, várias oficinas foram ministradas entre elas a de Estandarte, com realização da Vale, “Contação de Histórias”, que remeteu a um resgate do passado de Congonhas e “Brincando de Ontem”, que conseguiu resgatar brincadeiras antigas da infância como amarelinha e escravos de jó. A oficina de Tapetes de Serragem que também está no cronograma acontecerá nos dias 27 de setembro e 4 de outubro, no Museu de Congonhas, de 19h às 21h. As inscrições estão abertas (3732 2526 ou 3731 6747).

A artesã Maria das Graças Veloso ministrou a oficina de estandarte e disse que isso “é um fortalecimento da cultura mineira, em que o estandarte religioso tem muito valor”.

Gincana dos Museus

Mais de 200 alunos de 10 escolas de Congonhas participaram com muita animação e entusiasmo neste sábado, 23, da Gincana dos Museus, que incluiu provas de conhecimento, redação, apresentação de rap e algumas provas relâmpago. Os alunos percorreram vários trajetos para o cumprimento das tarefas como o Museu de Congonhas, da Imagem e Memória e o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. A Gincana teve realização do Educativo do Museu de Congonhas e apoio da CSN. O evento encerrou a 11ª Primavera dos Museus, que contou com uma vasta programação durante toda a semana.

Cada equipe foi identificada com o nome de um profeta de Aleijadinho. Os premiados foram: 1º lugar: Daniel (Escola Municipal José Monteiro de Castro), 2º lugar: Jeremias (Escola Municipal Dom João Muniz) e 3º lugar: Naum (Escola Municipal Rosália Andrade da Glória). O primeiro lugar foi premiado com uma viagem ao Museu Inhotim e os outros dois com um passeio no Parque Ecológico da Cachoeira.

Ana Luiza Martins da equipe Daniel estava irradiante com a vitória e disse que aprendeu muito com a gincana. “Tivemos a oportunidade de conhecer mais sobre nossa história e sobre os museus da cidade. Gostaríamos de parabenizar a todos pelo empenho e a todas as equipes que participaram”.

A professora Adriane Vieira também da escola vencedora disse que “foram semanas muito produtivas junto com os alunos. Eles ficaram super empolgados e nós profissionais também. A letra do Rap ficou magnífica, os adereços foram preparados com muito carinho e os estudos também. Vibramos muito e estamos muito felizes com a oportunidade de participar, o espírito de competir, ganhar e perder fizeram parte! E, em nome da Escola José Monteiro de Castro agradeço muito”.

A Gincana teve início em maio durante a Semana de Museus, e reuniu vários alunos no Santuário para o sorteio da primeira prova que foi uma redação com o tema: “260 anos da devoção ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos”.

Fonte (Comunicação Museu de Congonhas)