19  de novembro de 2016

Historiador e morador de Congonhas lança livro sobre Djalma Andrade

“Venenos Adocicados: A trajetória do poeta e jornalista Djalma Andrade” foi o livro lançado pelo morador de Congonhas e historiador, Paulo Henrique de Lima. O evento aconteceu no sábado, 19, no Museu de Congonhas e faz  parte da programação da Festa Literária de Congonhas (FLIC), que vai até o dia 23. O lançamento contou com a presença do secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo, que escreveu o prefácio do livro, do prefeito de Congonhas, Zelinho de Freitas e do vice-prefeito, Arnaldo Osório.

Pelo decreto municipal n. 2.070, de 5 de outubro de 1995, a Biblioteca Pública Municipal de Congonhas passou a denominar-se Biblioteca Pública Municipal Djalma Andrade, escolha realizada por meio de concurso.

Paulo Henrique escreveu o livro em dois anos e disse que “se empenhou a fazer um trabalho, inédito, da vida e obra de Djalma Andrade, este que foi um genial jornalista, poeta lírico e satírico, sonetista brilhante, historiador, cronista, radialista, roteirista de cinema e teatro, apresentador de TV e compositor”.

Além disso, o autor ainda apresenta diversos feitos do biografado, como o fato de ter sido preso em várias ocasiões, por causa das sátiras dirigidas aos mandatários da época, e ainda aqueles sobre as perseguições que sofreu por parte dos presidentes Getúlio Vargas e Artur Bernardes.

 

Confira as fotos: http://www.museudecongonhas.org.br/imagens


(Fonte: Comunicação Museu de Congonhas)