10 de novembro de 2016

Luís Giffoni destacou a importância da leitura em bate papo

 

Nesta quinta-feira, 10, o escritor mineiro Luís Giffoni, lançou seu livro “O Pastor das Sombras”, no Museu de Congonhas. O evento é parte da 3ª Edição da Festa Literária de Congonhas (FLIC). A festa é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Museu de Congonhas. “O projeto do Museu de Congonhas foi feito para dialogar com a cultura e as tradições da nossa cidade, por isso puxamos todas essas manifestações para dentro do Museu e uma delas foi a FLIC”, explicou o Diretor do Museu de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis.

  

Durante o bate papo com o público, Luís Giffoni expôs seu conhecimento sobre leitura e falou sobre o seu livro é “O Pastor das Sombras”. O romance foi inspirado na vida do primeiro bispo de Minas Gerais, Dom Frei Manoel da Cruz, que após viajar 4000 km até Mariana para fundar a diocese, a mando do rei de Portugal dom João V, se desentendeu com o clero e o povo mineiro. Luís Giffoni interessou-se pela vida de Manoel da Cruz ao tomar conhecimento de sua viagem através do Brasil. Pesquisou e escreveu o romance durante cinco anos. Para tentar entender o que se passava pela cabeça do bispo, o escritor refez grande parte do trajeto percorrido, através do Nordeste e Minas Gerais.

 

“A leitura é extremamente importante na vida de todos nós. Quanto mais engajado na leitura a pessoa for, mais o cérebro será desenvolvido e melhor será a maneira de pensar. Quem lê bastante, pensa melhor. Esse é o meu recado e minha dica para todos vocês”, enfatizou Luís Giffoni.

 

O escritor tem 21 livros publicados, entre romances, contos, crônicas, ensaios e novelas juvenis. Essas obras receberam diversas premiações, alémm de estudos, traduções e adaptações no Brasil e no exterior. Sua peça In Memoriam foi encenada pelo Oficinão do Grupo Galpão, em 2004. É palestrante em todo o Brasil, bem como nos Estados Unidos e Europa. Foi nomeado em outubro de 2016 o mais novo membro da Academia Mineira de Letras.

 

Confira as fotos: http://www.museudecongonhas.org.br/imagens


(Fonte: Comunicação Museu de Congonhas)