09 de novembro de 2016
 
Escritora mineira promove bate papo literário no Museu

 

 

“Freud, Me Tira Dessa”, foi o livro lançado pela escritora e jornalista belo horizontina, Laura Conrado, na tarde desta quarta-feira, 9, no Museu de Congonhas. A escritora promoveu um bate papo descontraído com os participantes. A programação faz parte da 3ª Festa Literária de Congonhas (FLIC), promovida pela Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Museu de Congonhas.

O livro conta a história de Catarina, uma jovem que está muito insatisfeita com ela mesma que, em função disso, procura ajuda psicoterápica e acaba se apaixonando pelo analista. “O livro é muito especial para mim, pois foi minha primeira publicação e me deu dois prêmios. É a primeira vez que venho ao Museu de Congonhas e foi um encontro muito feliz, da arte com a literatura, espero tirar inspirações daqui para escrever meus próximos livros”, enfatizou Laura Conrado.

A escritora é conhecida pela maneira divertida com a qual consegue abordar temas profundos tem rendido a ela leitores em todo país. Presença constante em eventos literários e escolas, seu trabalho já foi noticiado em importantes meio de comunicação.

A secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, explicou um pouco da parceria com o Museu de Congonhas. “Desde 2014 estamos com temas que abordam a literatura local e mundial na Festa Literária de Congonhas (FLIC) e este ano tivemos a alegria de formalizar uma parceria com o Museu de Congonhas. A FLIC tem o objetivo de divulgar e estimular a literatura tanto para alunos quanto para a população em geral. Com a parceria com Museu, tivemos a oportunidade este ano de trazer autores renomados”, diz.

Confira as fotos: http://www.museudecongonhas.org.br/imagens


(Fonte: Comunicação Museu de Congonhas)