"Museus por dentro, por dentro dos museus "

Museu de Congonhas participa da 13ª Primavera de Museus

De 23 a 29 de setembro acontece a 13ª Primavera dos Museus, temporada cultural promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). Nessa edição, museus de todo o país oferecem ao público atividades especiais com o tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”. O Museu de Congonhas, desde a sua inauguração, apoia a iniciativa, e para este ano preparou uma série de ações como mediações lúdicas, oficinas, bate-papos e palestras.

Um dos destaques da programação é a entrega de duas esculturas desenhadas por alunos da Rede Municipal de Ensino de Congonhas e moldadas pelo escultor Giovanni Fantauzzi. O artista está encerrando uma exposição homônima, que esteve em cartaz no Museu de Congonhas desde abril. Como ação educativa, as turmas que visitaram o Museu durante esses meses foram instigadas a participarem de uma atividade que propôs que as crianças e adolescentes se transformassem em auxiliares do artista, criando uma escultura. Das centenas de desenhos, dois foram selecionados por Giovanni Fantauzzi, que presenteará os alunos com as peças na terça-feira, 24. 

Entre os dias 24 e 29, estudantes de 7 a 14 anos irão participar das oficinas: Práticas de Fé, Ex-Votos Corporais, Todos pela Reconquista de Congonhas e Minha Camisa do Museu. No dia 25, o Museu de Congonhas recebe o poeta Ni Brisant para um bate-papo sobre poesia e literatura. O evento é uma realização do Projeto Garoto Cidadão em uma das comemorações pelos 20 anos da iniciativa.

Nesta mesma semana, o Museu de Congonhas também recebe o cantor, compositor e músico multi-instrumentista Erasmo Carlos, na quinta-feira, 26, às 20h, em mais uma edição do Projeto "Poesia e Música no Museu". A iniciativa conta com o patrocínio da empresa CSN, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Já no dia 27, sexta-feira, às 14h, a turismóloga Vitória Abucater ministrará uma palestra sobre o trabalho que vem desenvolvendo para compreender a relação que os congonhenses têm com o Museu de Congonhas.

A 13ª Primavera dos Museus propõe fortalecer a relação públicos/museu a partir da ótica da preservação enquanto ato compartilhado entre o cidadão e o seu bem cultural, o que se conecta muito bem com a proposta do programa "Museu Para Todos", desenvolvido há dois anos pela instituição.