Joyce Moreno abre as comemorações do Mês do Aleijadinho com muita elegância e boa música

O bate-papo musical com Joyce Moreno, que integra o projeto Poesia e Música no Museu de Congonhas, abriu as comemorações do Mês do Aleijadinho na noite desta quinta-feira, 16. A cantora, compositora e instrumentista trouxe toda a intensidade das suas composições e sua voz maravilhosa que relembrou, com o público, canções de sucesso da MPB. Joyce falou sobre seus 50 anos de carreira e de uma bagagem de mais de 400 composições, 44 discos e muitos prêmios, que fizeram dela conhecida internacionalmente. A cantora também tratou de questões ligadas ao feminismo e ao protagonismo da mulher na música.

A corretora de imóveis Maria do Perpétuo Socorro veio de Belo Horizonte somente para curtir a apresentação da Joyce Moreno. “Muito rico, maravilhoso! Valeu muito a pena sair de Bh para participar. É a primeira vez que venho nesses eventos aqui no Museu e se Deus quiser estarei aqui no próximo”, afirmou Maria. O bate-papo musical, com curadoria do especialista em MPB e decano da PUC-Rio, Júlio Diniz, conta com patrocínio das empresas CEMIG e CSN, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.