Museu de Congonhas dá início ao Programa de Formação em Mídias

Professores, diretores, pedagogos, coordenadores e comunidade participaram neste sábado, 1º de abril, da conferência de abertura do Programa de Formação em Mídia-Educação do Museu de Congonhas. A ação tem patrocínio da CEMIG, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Governo de Minas Gerais.

O Programa foi apresentado aos educadores pelos palestrantes João Alegria (Canal Futura), Camila Rodrigues Leite (Instituto Tear), Fernando Mozart Baumworcel (Oi Kabum) e Bernardo Brant (Oficina de Imagens- BH) e teve como temática “A nova sala de aula”, que tratou da sala de aula contemporânea, seus desafios e possibilidades.

João Alegria ressaltou a importância de serem inseridas novas mídias na sala de aula com o uso de celulares, internet, youtube, games, mas que devem ser usados também os recursos já presentes nas escolas. “Um lápis por exemplo é um instrumento em uso. Não podemos jogar fora aquilo que já faz parte da grande experiência de construção do conhecimento”, enfatizou Alegria.

No final do evento foi feito o lançamento oficial do programa e a apresentação de todas as atividades previstas para o primeiro semestre de 2017, incluindo os cursos “Criação de produção de vídeo”, “As estratégias da narrativa” e “O desafiador universo dos jogos”. Os cursos acontecerão em abril, maio e junho.

Fonte ( Comunicação Museu de Congonhas/FCS)